Queda das mortes por Covid indica que vacinação no Brasil está surtindo efeito

Desde o dia 20 de junho que a média de mortes por Covid-19 está diminuindo no Brasil, segundo relatório do Consórcio dos Veículos da Imprensa. Significa dizer que a vacinação tem sido efetiva, principalmente, em grupos prioritários. Mas, apesar disso, especialistas alertam que a pandemia não está controlada e que a chegada da variante delta ainda é um risco para aqueles que não tomaram as duas doses da vacina.

- A vacinação com duas doses dos idosos (é a explicação para a queda). A cobertura já está bem elevada nesta faixa, acima dos 60%. Acima dos 70, 80 e 90 ainda é maior. No número de casos, o impacto só vai ser maior com o avanço da vacinação - afirma Julio Croda, infectologista e pesquisador da Fiocruz.

Um dos principais motivos para a queda das mortes por coronavírus no país, de acordo com os pesquisadores, seria, justamente, o avanço da vacinação entre as pessoas acima de 60 anos. E até mesmo as mortes de idosos acima dos 80 anos começaram a diminuir em março e, em abril, o decréscimo para a ser observado também nos grupos de 60 a 69 anos e de 70 a 79 anos.

Os dados são confirmados por um estudo da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), do Rio Grande do Sul, e da Universidade Harvard, dos Estados Unidos, que concluiu que a vacinação no Brasil evitou a morte de 43.082 pessoas com mais de 70 anos por Covid-19.

A pesquisadora Marcia Castro, professora de Demografia na Faculdade de Saúde Pública da Universidade Harvard e pesquisadora do Observatório Covid-19, uma das responsáveis pelo estudo, afirma que "não há outra explicação para a queda (de mortes) na faixa etária acima de 70, a não ser a vacina".

- Se você olha ao longo do tempo, o patamar não se alterava desde o ano passado, só começa a cair com a vacina. E as mortes na faixa de 80 ou mais caem antes das de 70, o que faz sentido por conta das prioridades de vacinação - Márcia Castro, pesquisadora de Harvard.

Apesar dos indicadores, os especialistas são unânimes em afirmar que a queda das mortes não significa que a pandemia está sob controle no Brasil; já que o coronavírus tem apresentado ciclos distintos.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários