VÍDEO: Arthur Lira descarta impeachment de Bolsonaro: “Não há disposição política”, afirma

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), descartou a possibilidade de abrir impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. Ele reforçou, nesta quinta-feira (1), que o discurso proposto, por si só, não sustenta processo.

- Impeachment não se faz em cima de depoimentos. Está aí a confusão: dá um depoimento de um jeito, outro dá de outro. Um dia tem uma situação, no outro se reverte. A CPI que está instalada vai ter seu curso normal. E aqui vamos esperar, não há impeachment de discurso, há impeachment em cima de materializada e disposição política, o que não se apresenta nem fora nem dentro do Congresso Nacional - argumentou.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de o Ministro da Economia, Paulo Guedes, cortar 10 pontos percentuais do Imposto de Renda para Pessoas Jurídicas, Lira disse desconhecer a ideia.

- O debate agora está no Congresso. É importante que o ministro se posicione, mas o debate está no Congresso e nós vamos ouvir a todos. Lógico que também a Economia e as partes interessadas, mas essa conta é matemática. A gente tem que contar com a ajuda de todos para chegar em uma reforma neutra, sem cunho arrecadatório - explicou.
- Ele pode sair melhor e pode ser pior, mas estamos ouvindo todos os reclames. As críticas de atirar pedra que a reforma é isso, é reforma aquilo não vão convencer ninguém. A prática dessa presidência é trazer as matérias para pauta e aqui temos a função de arrumá-las, deixá-las de uma maneira mais próxima do que a sociedade precisa -

O presidente da Câmara prometeu votar nos próximos 15 dias os projetos da regularização fundiária, o Código de Processo Eleitoral, a PEC da reforma eleitoral, a regulamentação dos supersalários e a lei do mandante dos direitos de transmissão esportivos.

O recesso parlamentar está programado, de 17 a 31 de julho. Mas, Lira avisa que só será possível se os deputados votarem antes a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2022.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários