Título se tornou improvável para Mercedes, diz Wolff

Atual campeã da Fórmula 1, a Mercedes está lutando contra as probabilidades em sua batalha com a Red Bull, disse o chefe da equipe, Toto Wolff, depois que o Grande Prêmio da Áustria deste domingo (4) resultou em uma quinta derrota seguida.

Antes dominante, a Mercedes começou a temporada buscando seu oitavo título de construtor consecutivo e um oitavo título de piloto inédito para Lewis Hamilton.

Chefe da Mercedes, Toto Wolff, durante Grande Prêmio da Áustria de F1

- Todos estes anos, tentei manter nossos pés no chão não me entusiasmando com o desempenho, e agora preciso fazer o contrário - disse Wolff, após o GP da Áustria, neste domingo (4).

Hamilton, agora, está 32 pontos atrás de Max Verstappen, jovem piloto holandês da Red Bull que venceu cinco de nove corridas, incluindo as três últimas, e a Mercedes está 44 pontos atrás de sua rival equipada com motores Honda.

- Estamos travando uma batalha dura no momento, contra todas as probabilidades a esta altura", contou Wolff aos repórteres no circuito Red Bull Ring.
- Está contra todas as probabilidades para nós agora e isto está claro porque eles têm uma vantagem geral de desempenho -
- Todos estes anos, tentei manter nossos pés no chão. Não me entusiasmando com o desempenho e, agora, preciso fazer o contrário - disse.

Wolff reconheceu a contrariedade, mas explicou que a Mercedes lutará até o fim e que precisa continuar otimista.

- Há 13 ou 14 corridas pela frente, estamos uma DNF (abandono de prova) atrás da Red Bull, nenhuma a mais, e perdemos mais pontos do que deveríamos ter perdido por causa de nossos próprios erros... só precisamos arrumar a casa de forma geral -

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários