Falso “Rei do Bitcoin” é preso pela Polícia Federal

Cláudio Oliveira, criador do “Bitcoin Banco”, foi preso, nesta segunda-feira (5), durante a “Operação Daemon”, da Polícia Federal. Ele e mais quatro pessoas são acusados de lesar milhares de investidores em uma fraude que pode chegar a um prejuízo no valor de R$ 1,5 bi.

Cláudio lesou 7 mil investidores e, com o dinheiro, ele arrecadado, ele queimava boa parte em carros de luxo, bolsas, relógios e propriedades. Mas, a polícia acredita que ainda há chance de recuperar parte dos ativos.

Cinco pessoas foram presas: Cláudio Oliveira, a esposa dele, Lucinara, uma outra mulher ligada a eles, o “braço direito” e mais uma pessoa que ajudava na dilapidação do patrimônio.

As investigações continuam e a ideia principal é fazer o rastreamento e recuperação dos ativos digitais.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários