VÍDEO: Bolsonaro assume a presidência do Bloco e dispara: "Mercosul não pode continuar a ser visto como sinônimo de ineficiência"

Em reunião virtual, nesta quinta-feira (8), o Brasil assumiu a presidência do Mercosul e o presidente Jair Bolsonaro aproveitou a ocasião para criticar o atual posicionamento do bloco que, antes, era comandado pela Argentina.

Bolsonaro afirmou que, enquanto o Mercosul permanecer sob gestão brasileira, o governo trabalhará para flexibilizar as regras econômicas e promover a abertura comercial do bloco. A presidência do grupo é exercida pelo período de seis meses por cada um dos chefes de Estado dos países-membros: Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

- Para transformar o Mercosul em um instrumento efetivo de promoção da liberdade e prosperidade de nossos povos, não podemos deixar que o bloco continue a ser visto como sinônimo de ineficiência, desperdício de oportunidades e restrições comerciais. Para superar a imagem negativa do bloco, o Brasil busca privilegiar a modernização da agenda econômica do Mercosul. Persistiremos neste caminho no exercício da presidência, que nos cabe até o fim deste ano - disparou Bolsonaro, acrescentando que o bloco “deixou de corresponder às expectativas e necessidades de modernização” nos últimos meses, quando esteve sob direção da Argentina.
- Diferente do que ocorreu, deveríamos ter apresentado resultados concretos nos dois temas que estão mobilizando nossos esforços, a redenção da Tarifa Externa Comum e maior flexibilização para negociações de acordos comerciais com parceiros externos. O Brasil tem pressa. Os ministros e negociadores do Mercosul já estão cientes de nossa sede por resultados -

E completou:

- A persistência nos impasses, o uso da regra do consenso como instrumento de veto e o apego a visões arcaicas de viés defensivo terão o único efeito de consolidar o sentimento de cetismo e dúvida quanto ao verdadeiro potencial dinamizador do Mercosul. O Brasil não mede esforços para modernizar a economia e sociedade e queremos que nossos sócios sejam parceiros na caminhada rumo à prosperidade comum - finalizou.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários