“Fraude nas eleições está no TSE”, pontua Bolsonaro

Em conversa com apoiadores, no Palácio da Alvorada, nesta sexta-feira (9), o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar o atual sistema eleitoral brasileiro e disse:

- A fraude está no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) - afirmou.

O presidente garantiu que, nas eleições de 2014, quando a ex-presidente Dilma Rousseff foi reeleita, quem teria, realmente, vencido as eleições foi Aécio Neves (PSDB). E garantiu que "não teremos eleições fraudadas em 2022".

- Não tenho medo de eleições. Entrego a faixa para quem ganhar no voto auditável e confiável. Da forma atual, corremos o risco de não termos eleições no ano que vem - avisou.

Questionado sobre as pesquisas de opinião que apontam o ex-presidente Lula na frente, Bolsonaro comentou:

- (Estão) botando o ‘nove dedos’ lá em cima. Pra quê? Para ser confirmado, com o voto fraudado no TSE", reforçou, criticando a postura do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e também presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso. "É uma vergonha um cara desses estar lá - censurou.
- É o futuro de vocês que está em jogo. Se essa cambada voltar ao poder, vocês toda semana tinham dois ou três casos de corrupção. Comigo, um terceiro escalão teria negociado comprar vacina. Não foi gasto R$ 0,01 - finalizou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários