Justiça do Rio nega pedido para obrigar seleção brasileira a utilizar camisa 24 na Copa América

A Justiça do Estado do Rio de Janeiro negou o pedido de liminar do “Grupo Arco-Íris de Cidadania”, pertencente ao movimento LGBTQIA+, que pretendia obrigar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a usar a camisa de número 24 durante a final da Copa América 2021, neste sábado (10). O Brasil enfrenta a Argentina no Estádio do Maracanã, às 21 horas.

O juiz Caetano Ernesto da Fonseca Costa argumentou que "não há omissão ou contradição a serem sanadas". Ele afirma que "o assunto da presença de homofobia ou não pela recusa ao n. 24 na camisa do jogador vai para muito mais além do jogo de hoje entre Brasil e Argentina e que ainda acredita no respeito à diversidade, que alguns de nossos valorosos jogadores, se a regra do campeonato o permitir, entrará em campo com a camisa n. 24 sem que um(a) juiz(íza) tenha que obriga-lo a fazer".

O Grupo Arco-Íris protocolou ação civil, na quinta-feira (8), alegando que a CBF era homofóbica por recusar a utilizar o número - “historicamente relacionado ao homem gay no Brasil” – no volante Douglas Luiz. O atleta usava o número 25 que a comissão técnica definiu.

- A seleção brasileira de futebol masculino, dentre todos as seleções que participam da Copa América, é a única que não usa o número 24 (vinte e quatro) nos uniformes. A numeração dos jogadores da seleção brasileira pula do número 23 para o 25 - escreve o Grupo na liminar, solicitando ainda que a entidade fosse multada em R$ 460 mil, caso descumprisse a decisão, e que se desculpasse publicamente por ter cometido discriminação.

Apesar de ter ganhado a ação, a CBF ainda pode ser investigada pelo Comitê de Ética da Fifa. Isso porque movimentos LGBTQIA+ protocolaram representação contra a entidade. A Confederação, no entanto, afirmou que repudia qualquer preconceito e que a numeração dos jogadores é responsabilidade da comissão técnica.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicanov

Mostrar comentários