Doria confirma cirurgia, mas evita se afastar do cargo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), confirmou que passará por uma cirurgia no dia 6 de agosto, mas negou que se afastará do cargo.

A declaração foi dada em coletiva de imprensa, neste domingo (11), no Palácio dos Bandeirantes.

- Tive que programar (a cirurgia) para o dia 6 de agosto, embora a recomendação médica é de que deveria ser imediata - disse.

E completou:

- Não vou me afastar do governo. Continuarei à frente do governo. Faço a cirurgia. Faço repouso no sábado e domingo (...) e retorno segunda - afirmou.

Doria sofre com uma hérnia na virilha, que vem lhe causando bastante desconforto. A cirurgia será feita no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul da capital paulista e o médico do sistema digestivo, Sidney Krajner, fará o procedimento no governador. Ele é presidente do Einstein.

A hérnia ocorre quando a musculatura abdominal cede em determinado trecho, permitindo que uma parte do intestino saia do lugar, causando dor e uma protuberância no local.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários