Avô materno de Henry Borel morre de Covid-19 no Rio

O avô materno do menino Henry Borel Medeiros, o funcionário civil da Aeronáutica, Fernando José Fernandes da Costa e Silva, morreu vítima da Covid-19, neste domingo (11). Ele era pai de Monique Medeiros da Costa e Silva e estava internado em um hospital particular, em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

Monique é ré, com o namorado, o médico e ex-vereador Jairo de Souza Santos, o Dr. Jairinho, por tortura e homicídio triplamente qualificado contra o filho dela. Além de coação no curso do processo e fraude processual.

Fernando estava internado próximo à casa onde vivia com a mulher, a professora Rosângela Medeiros da Costa e Silva, e o filho mais novo. Ele sofria de outros problemas de saúde.

Quando o aparelho de celular de Monique foi periciado pelo Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), 134 mensagens entre a professora e Fernando, entre os dias 13 e 24 de março, foram recuperadas. Em uma das mensagens ao pai, ela disse:

- Devo merecer o que está acontecendo. Tudo foram escolhas minhas. Agora estou colhendo. Me sinto muito culpada -

O pai responde: “Todos nós erramos.”

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários