VÍDEO: Joice aparece cheia de fraturas, mas diz que não se lembra de nada

No mundo da política brasileira, tem dinheiro na cueca, dinheiro em caixa, senador que paga amante com dinheiro público... Enfim, são muitas as histórias que o Brasil foi obrigado a ver. Agora, a deputada federal, Joice Hasselmann (PSL-SP), com toda a certeza deixou o povo brasileiro perplexo, ao ir para as redes sociais, literalmente, “quebrada” e afirmar que não se lembra de nada.

Ela alegou que foi vítima de um suposto atentado ocorrido no sábado (17), no apartamento funcional onde vive, em Brasília. Mas, ela disse que não se lembra de nada. Nada mesmo. Só de ter acordado em meio a uma poça de sangue, com cinco fraturas no rosto e uma na costela.

A parlamentar também ficou com um dente quebrado e teve o queixo cortado.

– Acordei em uma poça de sangue sem saber quanto tempo fiquei desacordada. A hipótese que eu mais acredito é que sofri um atentado – justificou.

O caso foi veio à tona, nesta quinta-feira (22), quando Joice contou que acionou a Polícia Legislativa para investigar o caso, cinco dias depois de ter ocorrido.

Ela explicou o motivo de ter demorado tanto para prestar queixa sobre o “atentado” e contou que, inicialmente, ela não revelou nada porque pensou que tivesse se machucado ao cair após um desmaio. Porém, ela viu fraturas em várias partes do rosto e do corpo.

– É improvável que eu tenha conseguido cair de jeitos diferentes para lesionar tantas partes do meu corpo. Um dos médicos que me atendeu perguntou se eu levei chutes. Mas, não posso acusar sem provas. Não me lembro de nada – disse ela.

Joice Hasselmann disse que o marido, o neurocirurgião Daniel França, a socorreu, a levou para o quarto e fez curativos.

Na terça-feira (20), ela foi atendida por uma junta de dentistas e submetida a exames no Hospital Sírio-Libanês, em Brasília, onde as lesões foram constatadas.

Ela reportou o caso ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) e falou sobre sua suspeita de agressão.

– Já estou em contato com a Polícia Legislativa. Eles vão investigar o caso e solicitarão as imagens das câmeras do prédio para analisar a movimentação. Já fiz esse pedido aos policiais. Amanhã eu prestarei depoimento e indicarei testemunhas, como meu marido, funcionários da casa e porteiros do prédio.

Já foram solicitadas pela Polícia Legislativa as imagens das câmeras de segurança do prédio.

Joice disse que, em virtude do ocorrido, não dormirá mais sozinha no imóvel, trocou as fechaduras e contratou segurança particular para Brasília.

– Só preciso fazer a prova de tiro para ter a minha posse de arma. Comprei uma pistola Glock e ela não vai sair do meu lado, nem na hora de dormir – falou, reafirmando a importância de se andar armado no país.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários