VÍDEO: Sequestrador de motorista de aplicativo leva surra da mãe em delegacia

A mãe de um dos quatro homens acusados de assaltar, sequestrar e espancar uma motorista de aplicativo em Tangará da Serra (MT), no sábado (24), bateu no filho dentro da delegacia, na frente dos policiais.

Uma pessoa que estava na seccional filmou o momento e o vídeo viralizou nas redes sociais.

A mãe do criminoso repreeende o filho e afirma que, em casa, ele não tem falta de nada.

Relembre o caso

Marcia Angola, 40, aceitou uma corrida, foi vítima de sequestro, sofreu espancamento e, por fim, quase foi morta pelos criminosos.

Os bandidos colocaram a mulher na traseira do automóvel com o rosto vendado. Mas, em determinado momento, ela tirou a venda o que deixou os assaltantes furiosos.

Eles começaram a espancá-la e pensaram que ela estava morta até que um deles viu que ela havia respirado fundo. Decidiram, por fim, jogá-la da ponte de um rio, esperando que ela, finalmente, afundasse.

- Quando eu caí, só lembro que pedi a Deus para que eu caísse na água, porque se caísse na terra eu tinha morrido. Afundei e, quando voltei à superfície, vi que eles estavam olhando. Continuei quieta e afundei de novo, deixei a água me levar rio abaixo. Fui tentando me equilibrar, meio que boiando, pois não sabia nadar e não podia ir para o fundo - explicou, acrescentando que, quando os assaltantes fugiram, ela saiu da água e pediu ajuda a moradores.

Todos os ladrões foram presos.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários