Secretário da Cultura comete erro gramatical e vira assunto na internet

Mario Frias, secretário especial da Cultura, usou seu Instagram para responder a uma publicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro, porém, a resposta rendeu mais do que deveria.

Um erro gramatical do secretário acabou virando um dos assuntos mais comentados da internet.

A publicação de Eduardo Bolsonaro criticava os Governos de Lula e Dilma, acusando-os de usar a Lei Rouanet de incentivo à cultura para "comprar parte da classe artística", e fazia elogios ao trabalho de Mario Frias em frente a pasta.

O ator agradeceu o elogio e trocou a palavra acesso por "assesso".

- Muito obrigado, Eduardo Bolsonaro. A luta é diária, sem direito a descanso. Vamos trabalhar incansavelmente para que todos os brasileiros tenham 'assesso' a cultura - escreveu o secretário.

Algum tempo depois, o erro foi corrigido.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários