Polícia Legislativa não encontra agressor de Joice nas imagens das câmeras de segurança

A Polícia Legislativa não encontrou nenhum possível agressor da deputada federal e jornalista Joice Hasselmann (PSL). Ela disse ter sido agredida dentro de casa, no sábado (17). Mas, alega não se lembrar de nada.

A Polícia viu todas as imagens das câmeras em dias anteriores e posteriores à suposta agressão sofrida pela parlamentar, mas não encontrou nem vestígios do agressor.

Joice convocou coletiva de imprensa e, em cadeia nacional, sugeriu que um deputado bolsonarista poderia ser o agressor. Além de afirmar que não levaria o caso à esfera da Polícia Federal por acreditar que o presidente da República, Jair Bolsonaro, poderia interferir nas investigações.

Nas redes sociais, é forte o coro de que a parlamentar tenha sido agredida pelo próprio marido, o neurociruguão Daniel França, ainda mais depois que os dois concederam coletiva juntos e afirmaram não dormir no mesmo quarto, nem terem ouvido nada de anormal. Ambos alegam não ter visto o agressor nem têm ideia de como tudo pode ter iniciado.

A deputada se negou a fazer o exame toxicológico. Ela disse que tinha ingerido álcool.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários