Relator da PEC de impressão do voto afirma que expectativa para aprovação do projeto é boa

O deputado federal Filipe Barros (PSL-PR), relator da PEC que tenta aprovar no Congresso Nacional a impressão do voto eletrônico, afirmou que, com a reforma ministerial do Governo Bolsonaro, melhoraram as expectativas para adesão da proposta.

Em entrevista ao programa “Os Pingos Nos Is“, da Jovem Pan, nesta terça-feira (27), o parlamentar disse estar otimista com a ida do senador Ciro Nogueira (PP) para o Ministério da Casa Civil.

- A expectativa é boa porque houve uma reforma ministerial feita pelo presidente Bolsonaro com a vinda do senador Ciro Nogueira e, quando se faz uma reforma, é para que haja consolidação da base - explicou.
- Com essa reforma ministerial, nós esperamos que a base seja, de fato, consolidada e que a gente retome a maioria na comissão especial - completou.

Barros também lamentou a mudança de opinião de muitos parlamentares que eram favoráveis à impressão do voto eletrônico e que, depois de reunião com ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luis Roberto Barroso, alteraram seu julgamento sobre o tema.

Sobre a fala do presidente Jair Bolsonaro, afirmando que, sem voto auditável aprovado, não haveria eleições em 2022, Filipe Barros comentou:

- Essa questão que foi colocada, no meu ponto de vista, foi um desabafo e uma forma de expressão do próprio presidente Bolsonaro - opinou.
- É óbvio que teremos eleição. O que queremos com a implementação do voto auditável é devolver ao eleitor a possibilidade de fiscalizar seu próprio voto e garantir a sociedade que o processo é feito de maneira transparente - finalizou.

O presidente Bolsonaro lamentou diversas vezes que o STF tenha tornado Lula elegível para a disputa de 2022 e que a Suprema Corte tenha tomado partido em favor de que as urnas eletrônicas brasileiras continuem sem auditagem.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários