Roger Abdelmassih será reconduzido a presídio

O ex-médico Roger Abdelmassih, que era próprietário de uma clínica luxuosa no centro de São Paulo, vai voltar a cumprir pena em regime fechado.

A decisão foi tomada pela 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, nesta sexta-feira (30), após análise do pedido apresentado pelo Ministério Público de São Paulo.

O promotor Marcelo Negrini de Oliveira Mattos, da Promotoria de Justiça de Taubaté, argumentou que o estado de saúde de Abdelmassih não requer concessão do benefício em prisão domiciliar como alegava a defesa do empresário.

Um atestado feito por perito do Centro de Apoio à Execução, anexado ao pedido, mostra que o médico possui condições físicas de continuar a cumprir pena em unidade prisional. Ele cumpria pena em casa desde maio deste ano.

Abdelmassih foi condenado a mais de 173 anos de prisão por crimes de estupro e atentado ao pudor praticados contra mais de 70 pacientes. Ele era considerado um dos principais especialistas em reprodução humana no Brasil, quando foi condenado à prisão, em novembro de 2010. Em 24 de maio de 2011, o Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) cassou o registro profissional dele.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários