Justiça manda Bolsonaro explicar por que concedeu medalha a Michelle

A Justiça deu cinco dias para o presidente Jair Bolsonaro explicar por que motivo concedeu Medalha do Mérito Oswaldo Cruz à primeira-dama, na semana passada. O prazo começou a correr na segunda-feira (2), quando o despacho do juiz federal Ávio Mozar José Ferraz de Novaes, da 12ª Vara Federal Cível da Bahia, atendeu a um pedido do deputado Jorge Solla (PT).

O petista pediu a anulação do decreto assinado por Bolsonaro e pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, argumentando que Bolsonaro violou a moralidade e a impessoalidade e agiu com desvio de finalidade.

Jorge Solla, que já foi denunciado pelo Ministério Público por desvio de R$39 milhões da Fundação José Silveira, entre 2007 e 2012, também pediu que o MP apure se houve de improbidade do presidente.

A Medalha do Mérito Oswaldo Cruz é uma homenagem direcionada a pessoas que tenham contribuído para o bem-estar físico e mental da coletividade brasileira.

A primeira-dama trabalha na ação social do Governo de Jair Bolsonaro.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários