Em condomínio de luxo, filho mata pai para defender a mãe de agressões

Uma briga de casal não terminou nada bem para uma família moradora de um condomínio de luxo, em Valinhos (SP). Um adolescente de 15 anos é suspeito de matar o próprio pai, Fabrício César de Oliveira, quando tentava defender a mãe durante briga do casal, nesta terça-feira (3).

O garoto atirou no pai três vezes na tentativa de proteger a mãe, que era vítima de violência doméstica.

Sangrando, Fabrício, que era atirador esportivo, até tentou entrar no próprio carro pra pedir socorro, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu ali mesmo.

Um vizinho da família chamou a polícia, assim que ouviu os disparos.

A mulher e o filho foram levados à delegacia para prestar depoimento no início da noite.

Testemunhas contaram à polícia que, além de agressivo com a mulher, empresário morto também torturava psicologicamente filho e esposa.

Na casa da família, foram encontradas muitas armas porque Fabrício era colecionador. Todas tinham certificado de registro, inclusive, um fuzil e uma metralhadora.

As investigações continuam e pretendem verificar qual o calibre usado pelo garoto para impedir o pai de agredir a mãe.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários