VÍDEO: Motociata em Belém caminha 75 quilômetros em apoio ao presidente Jair Bolsonaro

Milhares de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro realizam, neste domingo (15), passeata em direção ao famoso distrito de Mosqueiro, famoso balneário no Pará com praias de Rio.

A concentração ocorreu na avenida Visconde de Souza Franco, centro de Belém, e percorreu as principais ruas da capital paraense antes de chegar em Mosqueiro, distante 75 quilômetros da metrópole.

Um dos organizadores do evento e maior entusiasta do Governo Bolsonaro no Pará, o delegado e deputado federal Éder Mauro, esteve presente na manifestação.

- A importância é mostrar pra aqueles que não querem entender que quem manda no país é o povo, que colocou um gestor pra comandar esse país. E a vontade de mais de 57 milhões de brasileiros, só de votantes. Então, estamos na rua hoje numa motociata simbólica mostrando que Supremo é o povo brasileiro - declarou, referindo-se às prisões impostas por crime de opinião por integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF).

Fernanda Costa, administradora de empresas, que participa da manifestação, disse:

- Participo pela nossa liberdade. Pelo andar do nosso governo, estamos indo por um caminho que não vai ser bom pra população. Acho que os partidos de esquerda estão fazendo com que o nosso país seja igual uma Cuba, uma Venezuela e, pelo que vemos em outros países, não vamos pro caminho certo. Por isso, estamos lutando pela nossa liberdade de expressão, pelo que a gente pensa. O Roberto Jefferson falou o que ele pensa e acabou sendo preso e isso pode refletir com a gente. Por isso, estamos lutando desde agora, pra gente ser livre -

A motociata contou com a participação do deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ), que fez vídeos e fotos do evento.

- Fiz um esforço tremendo pra estar aqui, pra apoiar o nosso presidente que está sofrendo diversos ataques e tem sido impedido de governar. O Supremo Tribunal Federal, basicamente, na figura de dois ministros, tem usurpado competências de forma frequente... instaurado inquéritos de ofício, ferindo totalmente nosso sistema acusatório e perseguindo os apoiadores do presidente Bolsonaro - explicou em live o parlamentar.

A expectativa é que mais de duas mil pessoas participem do ato, segundo a PM.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários