Lula quer recuperar R$ 9,5 milhões bloqueados pela Justiça para casar com mulher 35 anos mais jovem

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, revelou, na quinta-feira (12), durante lançamento do livro “Memorial da Verdade” que, após ver suas sentenças na “Operação Lava Jato”, da Polícia Federal, anuladas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, deseja, agora, que seu processo seja anulado e ele possa recuperar o “pequeno rendimento” bloqueado pela Justiça para “casar com Janja e viver feliz para o resto da vida”.

Lula foi preso pelo ex-juiz federal e ex-Ministro da Justiça, Sérgio Moro, por lavagem de dinheiro no caso do triplex de Guarujá. Mas, de acordo com o petista e com o Supremo, ele sofreu “perseguição” de Moro e do Ministério Público Federal (MPF).

Durante a “Lava Jato”, Moro determinou o bloqueio de mais de R$ 600 mil das contas bancárias e outros R$ 9 milhões depositados em dois planos de previdência privada do ex-presidente.

No livro “Memorial da Verdade”, Lula conta a sua versão da história de como foi posto em prisão no ano de 2018.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários