“Chuva” de meteoros Perseidas é registrada no interior de SP

O evento inesperado foi registrado neste fim de semana no Brasil, Estados Unidos e Canadá. A “chuva” de meteoros “rasgou” o céu de algumas cidades do interior de SP. O fenômeno foi fotografo pela Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon), na sexta-feira (13), mas o “surto” durou todo o fim de semana.

A estação que fica em Pardinho (SP), flagrou, no sábado (14), 243 meteoros no céu.

O astrônomo Renato Poltronieri disse que um “surto” como esse é mais difícil de acontecer.

- Não é tão comum. É que neste caso a Terra está atravessando a trilha de partículas deixada pelo cometa que gerou a chuva Perseidas, que vai de 20 de julho até 24 de agosto, tendo sua máxima estimada nos dias 11, 12 e 13 - explicou, acrescentando que, no Hemisfério Norte, o fenômeno foi maior.

O fenômeno Perseidas acontece quando a Terra cruza o caminho feito pelo cometa Swift-Tutle, que gira em torno do Sol a cada 133 anos. O nosso planeta atravessa o rastro de poeira e detritos deixado por um cometa ao se aproximar do Sol. Na trajetória feita pelo cometa, alguns desses destroços entram na atmosfera terrestre a uma velocidade de 59 quilômetros por segundo, fazendo com que queimem, deixando um rastro de luz atrás de si.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários