Duda Mendonça, ex-publicitário do PT, morre aos 77 anos

O publicitário José Eduardo Cavalcanti de Mendonça, o Duda Mendonça, morreu, nesta segunda-feira (16). Duda ficou muito conhecido no Brasil por administrar campanhas políticas de sucesso. Nas eleições de 2002, é dele o slogan que foi utilizado pelo PT para candidatar Lula a presidente do país, com “Lulinha, Paz e Amor”.

Duda sofria com um câncer no cérebro e estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, desde junho deste ano. A causa da morte não foi divulgada.

Em 2005, ele foi acusado de envolvimento no Mensalão, o Supremo Tribunal Federal (STF) o absolveu, em 2012. Quatro anos após a absolvição no esquema de corrupção, ele voltou a ser investigado pela “Operação Lava Jato”, da Polícia Federal, e assinou acordo de delação premiada.

Ele deixa a esposa e cinco filhos.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários