MP do RS denuncia mãe e madrasta pela morte de menino

O Ministério Público do Rio Grande do Sul denunciou, nesta terça-feira (17), a mãe e a madrasta de Miguel dos Santos Rodrigues, de apenas 7 anos. Ele foi assassinado em julho deste ano pela própria mãe, Yasmin Vaz, de 26 anos.

Yasmin Vaz procurou a polícia para registrar o desaparecimento do filho, em 29 de julho. Mas, pressionada pelos investigadores, ela acabou confessando que espancou o menino e usou depressivos para dopar o garoto. Depois de morto, ela jogou o corpo do filho no Rio Tramandaí, no litoral do Estado.

Yasmin for presa em flagrante e a companheira dela, Bruna Nathiele, 23, também foi detida porque a policia encontrou vídeos em que ela aparece ameaçando o menino.

No embasamento da denúncia, o Ministério Público acredita que as duas mulheres resolveram matar a criança para viver uma vida mais livre e longe de impedimentos; já que o garoto era visto como “empecilho” para elas.

Elas responderão por homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe e meio cruel.

As buscas continuam pelo corpo de Miguel.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários