Talibã está matando pessoas que tenham o aplicativo da Bíblia em seus celulares

O grupo radical Talibã está perseguindo e matando a minoria cristã que vive no Afeganistão. A afirmação é de uma organização cristã chamada SAT-7. Ela transmite programas cristãos para quem vive no Oriente Médio e no Norte da África.

- Estamos ouvindo de fontes confiáveis que o Talibã exige telefones das pessoas e, se eles encontrarem uma Bíblia baixada em seu dispositivo, irão matá-los imediatamente - disse o presidente do SAT-7 na América do Norte, Dr. Rex Rogers.
- É incrivelmente perigoso agora para os afegãos ter algo cristão em seus telefones. O Talibã tem espiões e informantes em todos os lugares - avisa.

O Afeganistão só fica atrás da Coreia do Norte em periculosidade para quem quer viver e processar a fé cristã, segundo estudo da entidade “Portas Abertas”.

- Nossos irmãos e irmãs em Cristo estão nos dizendo como eles estão com medo. Nas áreas que o Talibã agora controla, as meninas não podem ir à escola e as mulheres não podem deixar suas casas sem um companheiro - conta uma fonte anônima, acrescentando que, para o Islã, a conversão para uma fé diferente, é punível com morte, prisão ou confisco de propriedade.
- Antes do governo do Talibã, os cristãos já tinham muita dificuldade em viver de acordo com sua fé, pois tinham que mantê-la em segredo de suas famílias por medo de serem evitados ou, pior, mortos - relata Samuel, que é Diretor de Campo do “Portas Abertas" para a Ásia.

E completa:

- Estamos monitorando a situação, mas esta é a hora de pedirmos a Deus que tenha misericórdia não só de Seu povo, mas deste país como um todo - finaliza.

Por causa da intensa opressão, população tenta em massa deixar o país.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários