"Bateu, levou": Bolsonaro veta integralmente o fundão eleitoral de R$ 5,7 bilhões

O presidente da República, Jair Bolsonaro, decidiu vetar, integralmente, o fundão eleitoral de R$ 5,7 bilhões aprovado, de forma “relâmpago”, pelo Congresso Nacional quando o chefe do Planalto estava hospitalizado, mês passado.

O veto deve ser publicado ainda nesta sexta-feira (20).

O Congresso Nacional havia aprovado o valor astronômico, de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões. O dinheiro serve para abastecer campanhas eleitorais. Mas, o presidente, com a famosa “canetada”, comunicou, hoje, a decisão após se reunir com os ministros da Casa Civil, Ciro Nogueira; da Economia, Paulo Guedes; e da Secretaria de Governo, Flávia Arruda.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários