Brasil deve vacinar 100% dos adultos antes dos EUA

Com o ritmo de vacinação contra a Covid-19 acelerado no Brasil e a distribuição dos imunizantes ocorrendo rapidamente aos Estados, possivelmente, o país pode fornecer a primeira dose para todos os adultos antes mesmo dos Estados Unidos.

O programa Our World in Data, da Universidade de Oxford, mostra que o Brasil é o terceiro que mais aplica doses no mundo, perdendo apenas para China e Índia.

Os imunizados no Brasil com, pelo menos, uma dose já está em 122.830.226. Ou seja: mais de 74% do total de pessoas com 18 anos ou mais no país.

Se conseguir manter a quantidade de doses aplicadas diariamente, é muito provável que o Brasil ultrapasse os Estados Unidos; mesmo que tenha iniciado a vacinação um mês depois que a dos americanos.

Em março deste ano, o cardiologista Marcelo Queiroga, quando assumiu o Ministério da Saúde, já afirmava que todos os adultos do país estariam, devidamente, vacinados até o final do ano. Para acelerar o processo, o Governo estuda, inclusive, diminuir o intervalo entre as doses.

- O intervalo da Pfizer no bulário é de 21 dias. Para avançar no número de brasileiros vacinados com a primeira dose, resolveu-se ampliar o espaço para 90 dias. Agora que nós já vamos completar a D1 (primeira dose) em setembro, estudamos voltar o intervalo para 21 dias para que a gente possa acelerar a D2 (segunda dose). Se fizermos isso, em outubro teremos mais de 75% da população vacinada com a D2 - comentou Queiroga.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários